Plano de Saúde Santa Casa

Oncologista Explica Como Prevenir os Principais Tumores

28/11/2019

Comemorado na última quarta-feira, 27, o Dia Nacional de Combate ao Câncer é considerado uma das datas mais importantes do calendário de eventos na área da saúde brasileira. Entre as mais diversas ações e propostas para celebrar a data, informar e conscientizar a população sobre a necessidade de prevenir a doença foram as pautas principais no Hospital Regional do Câncer de Passos (HRC).


 Ao analisar os dados divulgados nos últimos anos, o médico oncologista do HRC, Natael Ribeiro Malta, lamentou que a incidência de pacientes com câncer e a mortalidade e morbidade, ou seja, os sintomas e sequelas relacionadas a doença, aumentam dia após dia.


 “Hoje, vejo o crescimento do câncer e isso vai continuar pelos próximos anos, então, do ponto de vista médico e assistencial, só posso aceitar esses casos, mas, do ponto de vista social e político, reforço que precisamos educar as próximas gerações porque a nossa já está perdida”, disse.

 

Ciente da dificuldade que muitas pessoas ainda enfrentam para garantir um bom atendimento médico, o especialista pontuou que esse não deve ser um impedimento, assim como o medo de realizar exames.


“Embora tenhamos essa dificuldade de acesso a saúde, não podemos ter a possibilidade e não procurar. O brasileiro, infelizmente, é muito resistente em entender que uma mudança no corpo pode ser algo relacionado ao câncer e então, por medo, muitos não vão atrás de um médico, mas esse medo precisa ser superado”, alertou.


Tumores mais comuns


Outra questão preocupante quando o assunto é uma das principais causas de morte no mundo inteiro, segundo Malta, é o tipo de tumor mais frequente. Ainda conforme seu esclarecimento, o câncer mais comum é o de pele, em seguida, o de próstata e de mama e, logo após, o de intestino e pulmão.


Essa constatação, de acordo com o oncologista, é frustrante, afinal, são tumores considerados que possuem formas simples de prevenção. “Sabemos que o de pele está relacionado diretamente à exposição solar e ao uso de equipamentos de proteção individual. Muita gente diz que o câncer de próstata é ‘bonzinho’, mas ele também mata, então é uma questão social importante e que precisamos detectar o mais cedo possível para gerar menos sequelas”, falou.


Na tentativa de continuar ilustrando o cenário, o entrevistado alertou também sobre os outros tumores citados. “O outubro rosa agiu a fim de combater e detectar precocemente o câncer de mama; o de intestino une os dois sexos e é extremamente comum, além de estar relacionado aos hábitos alimentares e exercícios físicos; já o de pulmão, todo mundo sabe que ele e o cigarro estão ligados”, concluiu.


Sendo assim, para alterar essa situação e reduzir o número de casos, o médico garantiu que educação é um fator fundamental. Segundo ele, é indispensável tanto que as crianças entendam desde cedo que o cigarro é maléfico e o sol deve ser tomado com cautela, até que a alimentação deve servir ao ser humano e a atividade física realizada já na primeira infância.  

Médicos especializados

Clique aqui e confira os médicos credenciados no Plano de Saúde Santa Casa para cada especialidade

Veja nossos Profissionais

ESTAS EMPRESAS
TEM A SAÚDE COMO
O BEM MAIOR DA VIDA

Rede de Atendimento Médicos especializados Vida Saudável Planews Edição Impressa